Posts Tagged ‘bush’

h1

associação livre

junho 29, 2008

Eurico Miranda caiu aqui e Robert Mugabe continua lá. No meio disso tudo, o Senado norte-americano anunciou a retirada de Mandela e de seu partido, o Congresso Nacional Africano, da lista dos terroristas.

Agora, Mandela é livre para pisar em outras partes dos EUA que não a sede da ONU. Roberto Dinamite é promessa de mais democracia no Vasco. E não adianta rezar para o Mubage, no auge dos seus 84 anos, morrer. Só mais 84 anos darão conta de reestruturar o país. E Bush quer impor um embargo, via ONU, ao Zimbábue.

A saída de Eurico Miranda dá esperança. A retirada de Mandela da lista dos terroristas, não. Progressista seria pensar em um país sem lista de pessoas que não são bem-vindas por serem terroristas, como Mandela foi um dia. Nada melhor para provar a arbitrariedade dos critérios, arbitrariamente postulados ao calor da história. Da onda de violência no Zimbábue, ninguém vai se lembrar. Sem registro, não há o que se lembrar. Pode dar sorte de virar filme e ganhar uma referência distante na memória. Assim como Guantánamo é agora uma música de Caetano. E também foi um dia, o Haiti.

***

Em tempo, a melhor matéria que li até agora sobre o pleito no Zimbábue. É do The Guardian. Segue um trecho. Mais, aqui.

“The young man who gave his name only as Wilson wanted just one thing from yesterday’s presidential election in Zimbabwe: the indelible red ink on his little finger to show he had voted.

“They said they would come to see if we voted,” he said after casting his ballot in a tent in a Harare suburb. “They know if we went to vote we would have to vote for the president. They were watching.”

Who are “they”?

“The ones who made us go to the meetings at night. The ones who told us we must be careful to correct our mistake.”

Wilson voted for Robert Mugabe yesterday, against his will but judging that it was the best way to save himself from a beating or worse.”